DANÇANDO DE MAIÔ NA TELEVISÃO

20Apr10

Esta frase do título pode fazer você lembrar aberrações televisionadas nos anos 80 – se for da sua época -, mas ela se refere a um fenômeno pop bem mais recente, e que, ultimamente, tem chamado muito minha atenção: a dupla Beyoncé e Lady Gaga.

Não gosto de ficar falando de “assuntos internacionais” neste blog, mas o dia que tivermos duas doidas desse naipe de competência aqui no Brasil, falaremos bastante delas também…

Acho as duas beeeeem malucas, embora elas adotem linhas diferentes: Beyoncé é mais piriguetchy, e Gaga mais conceitual. As moças tem duas características fortes em comum: uma relação de total exagero com as imagens que produzem; e a mania de dançar de maiô coreografias extensas e elaboradas – completamente anos 80.

Mas o motivo de eu juntar as duas num post só é que elas mesmas construíram a parceria em dois vídeos – um de cada uma convidando a outra, e com figurino igualmente mirabolante.

O primeiro a ser lançado foi VIDEO PHONE, onde Beyoncé é a estrela e Gaga a convidada. As roupas são bastante estranhas e divertidas, e funcionam totalmente:

Beyncé pega pesado no esteriótipo da garota objeto sexual sem culpa, mas essa sempre foi a sua praia e ela nunca escondeu isso. O resultado é exagerado, esquisito e muito coerente. Já Gaga está discreta desta vez, apenas com o maiôzinho branco da primeira imagem deste post.

Porém, quando a lógica se inverte e Lady Gaga é dona da bola, o resultado de sua parceria com Beyoncé ganha status de vídeo arte:  lançado há pouco tempo, TELEPHONE é um vídeo que deixa você sem saber direito o que pensar. Deixa um Jeff Koons da vida no chinelo.

Nele, o figurino – assim como todos os cenários – explode e ganha contornos absurdos – exagero é uma palavra que já não comporta a impressão que eles causam. É estranho, nonsense, e extremamente bem pensado.

Gaga também dá uma de garota-rebolando-de-biquini, mas com muito bom humor e fugindo dos esteriótipos mais que conhecidos das gostosonas da música pop. Como diz minha amiga Stéphanie (não a do crossfox), nos vídeos de Lady Gaga o corpo feminino é apenas mais um elemento, que é somado ao figurino, cenografia, coreografia, fotografia, narrativa… e não a atração que disfarça a voz de dubladora de golfinhos.

Claro que há grandes ações de marketing por trás de todas a produção que cerca Beyoncé e Lady Gaga, e essa linguagem/imagem que elas vem contruindo aos poucos não tem nada de ingênua ou de casual.

Mesmo assim é fantástico! Cada vez gosto mais das roupas e atitudes que desafiam o politicamente correto que a moda tem vivido ultimamente – “todo mundo tem stylist, todo mundo entende de moda, todo mundo está sempre com a roupa correta”… No caldeirão de referências de estilo que vivemos hoje, Gaga e Beyoncé são perigosa e deliciosamente bregas e inadequadas.

Ainda bem.

E para dizer que não sou nacionalista, fecho o post com nosso melhor exemplo de nonsense fashion saudável e icônico:

(não sabe quem é? clique aqui e descubra).



No Responses Yet to “DANÇANDO DE MAIÔ NA TELEVISÃO”

  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: